secretaria@cppc.org.br 21 99454.5961

Escreva para a Revista Psicoteologia

1- Quem pode escrever para a revista

A Revista Psicoteologia é uma publicação do fórum de discussão permanente do Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos – CPPC, de periodicidade semestral, destinada a publicar trabalhos científicos produzidos na área da interseção entre as Ciências Psis e a Teologia.
Tem o objetivo de disseminar a produção do conhecimento, o debate e a socialização de experiências mediante a publicação de artigos, ensaios, resenhas e entrevistas, assim como criar mecanismos de intercâmbio científico dentro e fora do fórum.
A Revista Psicoteologia possui Conselho Editorial eleito por assembleia bienal e prioriza a publicação dos membros do CPPC. Havendo disponibilidade, também são aceitos artigos de não membros do CPPC.
Os pontos de vista e opiniões emitidas pelos autores são de inteira e exclusiva responsabilidade deles.

2- Como devem ser os artigos

Os trabalhos apresentados devem ser inéditos, entendendo-se que não foram publicados em outra revista ou jornal semelhante, impresso ou on-line.
É imprescindível que os artigos se relacionem à área da discussão entre as Ciências Psis (Psicologia, Psiquiatria, Neurociência, dentre outras afins) e religiosidade/espiritualidade.

O artigo a ser publicado deve ter entre 3.100 e 13.700 caracteres com espaços (a contagem de caracteres é feita pelo programa Word, na tarja inferior, clicando sobre a opção “Palavras”) e deve ser encaminhado para o e-mail revistapsicoteologia@gmail.com.
O material recebido será avaliado segundo as diretrizes do Conselho Editorial e o autor deve orientar-se conforme os seguintes critérios:
I. O artigo dever estar relacionado à área de discussão entre Ciências “Psis” e espiritualidade, observando a temática proposta;
II. O material precisa ser inédito;
III. Entregar o texto já com revisão gramatical e ortográfica;
IV. Preencher os dados de identificação listados abaixo e encaminhá-los junto com o artigo.

3- Tema da próxima edição
Na próxima edição, abordaremos a pandemia da COVID-19 e suas múltiplas implicações.

4- Data limite para entrega dos artigos
Os artigos devem ser entregues até o dia 12/09/2020, impreterivelmente.

5- Autorização de publicação
Favor preencher estes dados e enviar junto com artigo:
Dados de identificação do autor:
• Nome do autor:
• CRP do autor:
• Minicurrículo (com duas ou três linhas apenas):
• Contatos do autor: e-mail e WhatsApp
• Autorização de publicação: Texto sugerido:
“Autorizo a publicação do artigo “xxx”, de minha autoria, na Revista Psicoteologia e na página do CPPC”.
Cidade, data, nome e assinatura.

6- Normas de apresentação da bibliografia
As citações e referências bibliográficas devem ser feitas no sistema numérico, seguindo as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A indicação da fonte aparecerá no texto em ordem consecutiva, em números arábicos, colocados entre parênteses.
Notas de rodapé não devem ser usadas para as referências. A indicação completa da fonte virá ao final, nas Referências Bibliográficas, em sequência numérica crescente, acompanhando a ordem das citações feitas no texto.
Exemplos:
Artigo – Wondracek KHK, Nunes CB. Da violência ao cuidado amoroso de Jesus com as crianças: Um percurso interdisciplinar. Estudos Teológicos. 2013; 53 (2): 393-409.
Livro – Kepler K. Neuroses eclesiásticas e o Evangelho para crentes. São Paulo: Arte Editorial, 2009.
Capítulo de livro – Martins, JC. Psicoterapia com líderes religiosos. In: Bruscagin C, Savio A, Fontes F, Gomes DM, Editores. Religiosidade e Psicoterapia. São Paulo: Roca, 2008.
Dissertação e Tese – Araújo RC. Sentidos da filiação e do pertencimento a associação de psicólogos cristãos: Investigação fenomenológica com psicólogas clínicas [Dissertação]. Brasília: Pontifícia Universidade Católica, 2011.

7- E-mail de contato para tirar dúvdas
revistapsicoteologia@gmail.com

 

Copyright ©1976-2020 CPPC - Corpo de Psicólogos e Psiquiatras Cristãos
Todo o conteúdo deste site é de uso exclusivo da CPPC.
Proibida reprodução ou utilização a qualquer título, sob as penas da lei.